Vitralizado

Posts com a tag Cecilia Silveira

HQ

Série Postal 2018: a HQ produzida por Cecília Silveira para a coleção

Aí está o trabalho da quadrinista Cecília Silveira para a terceira edição da Série Postal 2018. A HQ foi batizada pela autora de Ausência de Si e começará a ser distribuído a partir de sábado (26/5). Para quem estiver no Festival de Beja, em Portugal, a artista estará por lá entregando o postal em mãos para interessados no projeto. Já aqui no Brasil, a obra estará sendo distribuída de graça em São Paulo na Banca Tatuí, na Banca Curva e na loja da Ugra. Em Porto Alegre os postais podem ser encontrados na Galeria Hipotética, em Goiânia na Mandrake Comic Shop e em Curitiba na Itiban.

A Série Postal 2018 teve sua primeira edição lançada no mês de março, com um trabalho do quadrinista Alexandre Lourenço. O segundo número foi publicado em abril, com uma HQ da artista Raquel Vitorelo. As 12 edições prévias do projeto foram assinadas por Mariana Paraizo, Jão, Felipe Nunes, Daniel Lopes, Paula Puiupo, Manzanna, Felipe Portugal, Bárbara Malagoli, Bianca Pinheiro, Taís Koshino, Pedro Cobiaco e Pedro Franz.

HQ

3ª (19/12) é dia de bate-papo com Cecília Silveira e lançamentos da Sapata Press em São Paulo

Ei, tá em São Paulo? Recomendo um programão pra 3ª (19/12), anota aí: a quadrinista/editora Cecília Silveira estará na Ugra, aqui em São Paulo, pro lançamento de duas novas HQs da Sapata Press. Mineira, mas morando em Portugal nos últimos anos, a Cecília deu início às atividades do selo em julho de 2017, com a abertura de uma convocatória para o trabalho de mulheres e pessoas não-binárias. Em setembro foram publicados os dois primeiros títulos da editora: Lado Bê, de Aline Lemos, e Sensui, da artista portuguesa Dois Vês. No evento de amanhã a noite estarão sendo lançados os dois títulos mais recentes da Sapata Press, Fundo do Nada, de Ana Caspão, e </3 ou Coração Partido, de Ellie Irineu.

Eu estarei lá na Ugra a partir das 18h30 pra conversar com a Cecília Silveira. Além dos lançamento, acho uma tremenda oportunidade pra saber mais não apenas sobre as atividades e a linha editorial da Sapata Press, como também da relação entre a cena brasileira de HQs e os quadrinhos portugueses Vamos? Mais informações lá na página do evento no Facebook.

HQ

O selo Sapata Press será inaugurado com Lado Bê, de Aline Lemos, e Sensui, de Dois Vês

A quadrinista e editora Cecília Silveira lança na 5ª (21/9) em Lisboa as duas primeiras edições do selo Sapata Press. Os dois títulos inaugurais da editora são Lado Bê, de Aline Lemos, e Sensui, da artista portuguesa Dois Vês. O surgimento da Sapata Press foi anunciado no mês de julho, com a proposta de publicar HQs de mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero, independentemente de raças e orientação sexual.

As duas primeiras HQs do projeto e a própria editora serão lançadas amanhã, na livraria e galeria STETS de Lisboa, durante a 8ª edição da Bairro das Artes, evento de artes plásticas realizado desde 2010 na capital portuguesa. Caso esteja em Lisboa, você encontra as instruções de como chegar no lançamento na página do evento no Facebook. Fico na torcida pra que esse material chegue no Brasil e por mais publicações da Sapata Press. Ó algumas prévias dos dois quadrinhos:

dois ves sensui1

dois ves sensui2

ladob alinelemos divulga 2

ladob alinelemos divulga 3

ladob alinelemos divulga1

HQ

A Sapata Press está em busca de autoras de países de língua portuguesa com interesse em publicar HQs

O projeto editorial Sapata Press da quadrinista Cecilia Silveira está em busca de autoras de países de língua portuguesa com interesse em publicar histórias em quadrinhos. Na convocatória presente no site do selo é explicado que a preferência é por trabalhos de mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero, independentemente de raças e orientação sexual. Lá na página do projeto constam alguns dos temas que serão priorizados na seleção dos quadrinhos e também uma explicação sobre a dinâmica de publicação das HQs.

Segundo Silveira, as autoras selecionadas terão os seus trabalhos lançados em Portugal e no Brasil. A ideia é que a Sapata Press cubra os gastos de produção e impressão dos quadrinhos. Os ganhos com as vendas terão como prioridade cobrir os custos do trabalho e qualquer lucro será dividido meio a meio entre a autora e a editora. Os trabalhos também serão publicados no site do selo. Promissor, hein? Já no aguardo pra saber o que vai sair daí. Dá uma sacada na página do projeto e fica de olho também na fanpage da editora.