Começa a produção de The Martian

Quando conversei com o escritor Andy Weir, seu livro The Martian havia acabado de ser lançado pela editora Random House. Antes publicado no site do autor em capítulos semanais, o livro ganhou uma versão impressa por um dos maiores grupos editoriais do mundo e não demorou pra ter seus direitos de adaptação para o cinema vendidos para a Fox. Na época, Andy Weir ainda vivia de seu emprego como engenheiro de software e sonhava com um contrato para seu segundo livro para trabalhar somente com sua escrita. Não demorou pra esse contrato aparecer e ele largar o emprego. Menos de…

Top 10 Vitralizado 2014: grandes encontros

Nunca encontrei, conversei e conheci pessoalmente tanta gente que admiro quanto em 2014. A maioria desses encontros resultou em posts aqui pro blog. Já em janeiro conversei com dois grandes artistas: Andrew DeGraff e Greg Tocchini. Sou fã dos mapas produzidos pelo artista norte-americano e na época ele estava produzindo seu trabalho mais épico, um mapa com a íntegra de jornada de Frodo e cia pela Terra Média. A conversa com o Greg foi sobre sua então recém-anunciada série Low pra Image – trabalho classudo pra caramba que precisa ser publicado no Brasil o mais rápido possível. Também tive uma…

Jason Rohan, A Espada de Kuromori e o poder do mito

Ainda estava em Londres quando ouvi falar no livro A Espada de Kuromori. Leio de tudo, mas meu interesse na obra não foi por seu enredo infantojuvenil e sim pela histórico de seu autor. Jason Rohan foi funcionário da Marvel e morou no Japão ao longo de cinco anos. Seus anos no Oriente serviram de inspiração para seu primeiro livro publicado e logo pela gigante do mundo editorial Egmont. Protagonizado pelo jovem Kenny Blackwood, A Espada de Kuromori mostra o garoto descobrindo sobre o passado de sua família, aprendendo a lidar com poderes e dons desconhecidos por ele e precisando…

A playlist Haruki Murakami: 56 músicas presentes nos livros do autor japonês

Não sou nenhum especialista na obra de Haruki Murakami, mas dos sete ou oito livros dele que li, todos estão repletos de referências musicais. São citações a canções de vários estilos – clássico, jazz, rock e volta e meia alguma coisa brasileira, principalmente bossa nova. Estou na metade de Colorless Tsukuru Tazaki and His Years of Pilgrimage, o mais recente trabalho de Murakami, e o protagonista está sentado em uma sala de espera escutando algo de Tom Jobim. O pessoal do Open Culture fez uma playlist com 56 músicas presentes em livros do autor japonês. Tem de Bruce Springsteen a…

Papo com Tom Rachman

Comentei por aqui semana passada da entrevista que fiz com o Tom Rachman, autor de Os Imperfeccionistas. Nossa conversa saiu no Segundo Caderno do Globo. Como não dá pra imprimir na íntegra a nossa conversa, segue por aqui a entrevista completa. As capas que ilustram o post são das edições inglesas e norte-americana do novo livro do autor, The Rise & Fall of The Great Powers, e a foto dele é de autoria de Alessandra Rizzo.