Vitralizado

Posts com a tag Regressiva Mad Men

Séries

20 dias para a 6ª temporada de Mad Men – Don Draper X tabaco

Lembra da primeira cena da série? Don Draper em um bar a procura de ideias para um anúncio de cigarros. Aliás, o nome do episódio é Smoke Gets Into you Eyes. Parece que nenhuma agência que se preze da Avenida Madson consegue sobreviver sem uma empresa da indústria do tabaco como cliente. O Malboro Man foi criado em 1954 e a estética dessa cultura do fumo tava em alta nos Estados Unidos no final dos anos 50/começo dos anos 60. Até órgãos governamentais da área da saúde começarem a surgir e questionar a abordagem dos anúncios. No penúltimo episódio da quarta temporada, Don tira proveito do crescimento de políticas antitabagistas e cria um discurso conveniente com a perda da Lucky Strike como cliente da Sterling Cooper Draper Pryce. Uma sacada muito esperta de Don. No entanto, aparentemente, o anúncio publicado no New York Times ainda trará problemas para o protagonista nas próximas temporadas.

“Recently my advertising agency ended a long relationship with Lucky Strike cigarettes, and I’m relieved.

For over 25 years we devoted ourselves to peddling a product for which good work is irrelevant, because people can’t stop themselves from buying it. A product that never improves, that causes illness, and makes people unhappy. But there was money in it. A lot of money. In fact, our entire business depended on it. We knew it wasn’t good for us, but we couldn’t stop.

And then, when Lucky Strike moved their business elsewhere, I realized, here was my chance to be someone who could sleep at night, because I know what I’m selling doesn’t kill my customers.

So as of today, Sterling Cooper Draper Pryce will no longer take tobacco accounts. We know it’s going to be hard. If you’re interested in cigarette work, here’s a list of agencies that do it well: BBDO, Leo Burnett, McCann Erickson, Cutler Gleason & Chaough, and Benton & Bowles.

As for us, we welcome all other business because we’re certain that our best work is still ahead of us.

Sincerely,

Donald F. Draper

Creative Director

Sterling Cooper Draper Pryce.”

E sempre que vejo todo mundo cool fumando na série, lembro dessa cena em Manhattan:

Séries

22 dias para a 6ª temporada de Mad Men – Zou Bisou Bisou

Uma aula de como constranger Don Draper. Primeiro episódio da quinta temporada: aniversário do protagonista de série e sua nova esposa, Megan Draper, prepara uma surpresa. O melhor desse episódio é ver Don Draper desconfortável, incomodado pela exposição excessiva, seus colegas de trabalho estão em sua casa para uma festa surpresa e Megan canta uma música de presente para o aniversariante. Assim como Sally, Megan não pertence à mesma geração dos trabalhadores da Avenida Madson. Mesmo que seja por alguns poucos anos de diferença, ela já é bem mais influenciada pelas mudanças em curso no mundo no início dos anos 60. E os amigos músicos da sra. Draper ampliam o background dela. Ela deu as caras na série como secretária de seu futuro marido, mas parece ter um passado bem menos óbvio do que dos demais personagens. Negócio é ver o que será dela após as cenas finais da quinta temporada – sobre as quais escreverei por aqui mais pra frente.

Séries

24 dias para a 6ª temporada de Mad Men – Sally e os Beatles

Não é uma cena especial, mas tava querendo dedicar um post da contagem regressiva para Sally Draper. Ao contrário do irmão dela, sempre interpretado por um ator diferente a cada temporada, Sally é importante pra caramba no desenrolar da série. De certa forma, apesar da idade, talvez seja um dos personagens mais conscientes da mudança de ares pelo qual o mundo passa nesse começo dos anos 60. Ela pode não entender o que está rolando ao seu redor, mas sabe que há algo em curso. Já disseram que Mad Men não deve durar além das próximas duas temporadas, mas se chegasse em 1969, com a Sally tendo uns 17 anos, imagino muito um episódio com ela fugindo de casa pra ir em Woodstock. E depois viriam os anos 70, com ela hippie e seus pais descabelados por conta da garota. Olho nela. Imagino os instantes finais da série com Sally e Don.

E dá uma conferida nessa outra cena. Disso que tô falando quando digo que ela é uma das poucas pessoas percebendo que o mundo tá mudando. Os adultos brincando de casinha e ela vendo a história acontecer.

Séries

26 dias para a 6ª temporada de Mad Men – Revolutionary Road

Revolutionary Road chegou no Brasil como Foi Apenas um Sonho. Filmaço dirigido por Sam Mendes que poderia ser perfeitamente um episódio de Mad Men ou ter seus personagens transportados para a série de Don Draper. Já viu o filme? É ambientado no final dos anos 50, mostra um casal que mora no subúrbio de uma grande cidade americana e tenta conciliar a monotonia de suas vidas com a criação de seus filhos e possíveis aspirações por uma vida mais emocionante. A vizinhança da família e a rotina do patriarca são idênticos à realidade de Don Draper nas primeiras temporadas da série. Numa cena ótima com o personagem do Michael Shannon eles falam da vacuidade desses anos de construção do Sonho Americano.

E ainda sobre o Michael Shannon, como esse cara ainda não tem um Oscar ou algo do tipo? Espero muito que o papel do Zod em Homem de Aço dê finalmente o destaque merecido pelo cara.