Vitralizado

Posts com a tag Zack Snyder

Cinema / HQ

O Zack Snyder não entende nada do Super-Homem

Não gosto dos filmes do Zack Snyder. Acho a estética de suas produções extremamente bregas. A fotografia é sempre cafona, cheia de filtros e saturada. A estilização vai do roteiro à edição, passando pela atuação caricata dos intérpretes de seus personagens. Ainda assim, reconheço seu sucesso ao fazer um cinema minimamente autoral em Hollywood. Também acho dignos de nota os minutos iniciais de Watchmen, um tremendo curtinha de fã que introduz a adaptação do quadrinho de Alan Moore. Respeito o trabalho de Zack Snyder, não acho seus filmes ruins, eles só não funcionam pra mim.

Continue reading

HQ

Darwyn Cooke e a DC perfeita

Posso me enganar e Batman V Supeman acabar sendo um tremendo filme de super-heróis, mas não tenho paciência nenhuma com essa versão do Zack Snyder para a DC que a Warner está bancando. Eles entenderam tudo errado do que a Marvel fez e deu certo – simplesmente investir na essência dos personagens, modernizar a coisa toda, mas manter o mesmo espírito dos anos 60. Pra mim, uma puta versão do Universo DC pro cinema, com direito a Liga da Justiça e tudo mais, seria a simples adaptação de DC: The New Frontier, do Darwyn Cooke. Tão lá o Super e o Batman que conhecemos e toda aquela galera que só fã de quadrinho sabe quem é, mas todo mundo sabe o nome de cor (Lanterna, Mulher-Maravilha, Flash e etc). Enfim, hoje a DC anunciou que todas as suas edições de dezembro terão capas variantes assinadas pelo Darwyn Cooke. Uma mais linda que a outra e todas em formato widescreen, perfeitas pra qualquer desktop.

DC

DCAq

DCBg

DCSuper1

DCLiga

Tem mais lá no The Beat.

Cinema

Novas artes de Star Trek Into Darkness e O Homem de Aço

Dois posteres novos de duas das produções mais aguardadas de 2013: O Homem de Aço e Star Trek Into Darkness (aqui vai sair como Além da Escuridão – Star Trek). Da arte da continuação dirigida pelo J. J. Abrams nem dá pra dizer muita coisa. Aparentemente, muita destruição e clima mais pesado que o filme de 2009. Boa foi a constatação do pessoal do Bleeding Cool mostrando como o cartaz lembra vários elementos das artes de divulgação dos Batman do Christopher Nolan.

Já o pôster de O Homem de Aço revela um pouco mais. O filme deve fazer algumas referências ao primeiro arco de história do Super logo após ao mais recente reboot da DC, em 2011. Nenhuma vantagem nisso. Há várias histórias melhores do personagem para servirem de fonte de ideias e pegaram um dos enredos menos inspirados do Grant Morrison. E mesmo também levando em conta a mão pesada e brega pra caramba do Zack Snyder, ainda tenho boas expectativas em relação ao filme. Talvez por conta da do roteiro do David S. Goyer ser baseado num enredo criado por ele com o Christopher Nolan. Em julho do ano que vem descobrimos no que isso deu.