Vitralizado

Posts na categoria Cinema

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado 2020 // Entrevistas

Acho que já comentei por aqui a minha suspeita que a existência do Vitralizado e toda a minha atuação profissional sejam desculpas para conversar com pessoas que admiro. Em 2020 dei continuidade à série de entrevistas do blog e também falei com muita gente para embasar alguns textos que escrevi. Cito a seguir todos os meus entrevistados de 2020, linkando o post/matéria em que suas falas foram reproduzidas. Saca só:

*Adrian Tomine *Aline Lemos *Amanda Paschoal Miranda *Amanda Treze *Box Brown *Cecilia Marins *Craig Thompson *Dandara Palankof *Douglas Utescher *Fábio Vermelho *Fido Nesti (aqui e aqui) *Gabriel Dantas *Gabriela Borges *Gabriela Güllich *Grazi Fonseca *Guilherme Kroll *Ing Lee *Jason *Jason Lutes *Jota Mendes *Julio Shimamoto *Juscelino Neco *Lobo Ramirez *Marcelo D’Salete *Márcio Paixão Jr *Nick Drnaso *Panhoca *Paulo Floro *Pedro PJ Brandão *Pietro Soldi *Rafael Coutinho *Rodrigo Rosa *Rogério de Campos *Rogi Silva *Sergio Chavez *Simon Hanselmann *Thiago Borges *Verônica Berta *Victor Bello *Wagner Willian.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado 2020 // Resenhas + Matérias

Além das 12 edições da Sarjeta também escrevi outras matérias e resenhas, tanto aqui no blog quanto em publicações com as quais colaboro. Aliás, apesar de crítica nunca ter sido muito o meu principal campo de atuação, em 2020 fui convidado a escrever algumas por aí e também produzi algumas exclusivas aqui para o blog. Vamos lá, listo a seguir as resenhas e matérias sobre HQs que escrevi em 2020 (além das 12 edições da Sarjeta):

*Seres folclóricos se reúnem para celebrar morte de caçador na HQ ‘Silvestre’ (Folha de S. Paulo);

*HQ de George Takei sobre campo de concentração nos EUA peca por seu formalismo (Folha de S. Paulo);

*‘Bezimena’ impressiona pela opção da autora em narrar sob a perspectiva de um estuprador (Folha de S. Paulo);

*Jason fala sobre A Gangue da Margem Esquerda, os autores da Geração Perdida e o impacto da pandemia no mercado de HQs;

*Craig Thompson fala sobre Space Dumplins, conflito de classes e gibis para crianças (Folha de S. Paulo);

*‘Sabrina’: HQ mostra como fake news podem impactar pessoas comuns (O Globo);

*Na HQ ‘Mau caminho’, Simon Hanselmann ri da falta de esperança do século XXI (O Globo);

*Adrian Tomine desdenha de qualquer expectativa de glamour na vida de um autor de histórias em quadrinhos;

*Adaptação de Harari em HQ é conservadora e tem um ritmo frenético (Folha de S. Paulo).

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado 2020 // Sarjeta

A Sarjeta é minha coluna mensal sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural. Tenho tentado ocupar esse espaço com matérias, resenhas e entrevistas. Ao longo das 12 publicações de 2020 escrevi sobre trabalhos de diferentes estilos, gêneros e regiões, sempre focado no que acredito ser o mais interessante e pouco usual do mercado brasileiro de HQs. Reúno a seguir os links para todas as edições de 2020 da coluna:

*Protesto de quadrinistas contra gigante digital marcou o 2019 das HQs nos EUA + Entrevista com Rogi Silva;

*Ninguém retratou o futebol em quadrinhos, em suas nuances sociais e estéticas, como Marcello Quintanilha em Luzes de Niterói + Entrevista com Dandara Palankof;

*HQ documental narra a criação do game “Tetris” e os desdobramentos políticos de seu sucesso + Entrevista com Grazi Fonseca;

*Quadrinistas relatam prejuízos e queda de produção durante a pandemia + Entrevista com Cecilia Marins;

*Clássico moderno das HQs japonesas, “Sunny” chega ao Brasil aclamada por artistas nacionais + Entrevista com Pietro Soldi;

*Quadrinista preso na ditadura expõe traumas do Brasil militarizado: “Igual a pesadelo desperto” + Entrevista com Amanda Treze;

*Leituras em tempos de pandemia + Entrevista com Gabriel Dantas;

*Adrian Tomine fala sobre os pequenos fracassos na vida de um quadrinista de sucesso + Entrevista com Verônica Berta;

*HQ narra frenesi sexual zumbi em adaptação sem reverência à obra de H. P. Lovecraft + Entrevista com Aline Lemos;

*Jason Lutes fala sobre Berlim, épico sobre a ascensão e queda da República de Weimar + Entrevista com Pedro PJ Brandão;

*Fabio Zimbres, Rafael Sica e duas pequenas pérolas em formato de bolso + Entrevista com Gabriela Borges;

*Adaptação de 1984 para HQ tem existência autônoma do livro de George Orwell + Entrevista com Jota Mendes.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado 2020 // Prêmio Grampo

O Prêmio Grampo chegou à sua quinta edição em 2020. Parceria do Vitralizado com o blog Balbúrdia, a premiação é voltada para a listagem dos melhores títulos publicados no país. Funciona assim: eu, Lielson Zeni e Maria Clara Carneiro convidamos um grupo de pessoas envolvidas de diferentes formas no mercado brasileiro de quadrinhos a produzir rankings com aqueles que elas consideram suas 10 melhores leituras do ano anterior. O primeiro colocado de cada ranking recebe 10 pontos, o segundo nove, o terceiro oito e assim por diante, até o 10º, com um ponto. 

Na edição de 2020, o Grampo de Ouro ficou com Minha Coisa Favorita é Monstro, obra da quadrinista norte-americana Emil Ferris publicada no Brasil pela editora Companhia das Letras (com tradução de Érico Assis). O gibi vencedor ficou à frente de Luzes de Niterói (Veneta), de Marcello Quintanilha, e Intrusos (Nemo), de Adrian Tomine (também traduzido por Érico Assis). Chamo atenção para cinco posts do blog relacionados à quinta edição do Prêmio Grampo:

* – Prêmio Grampo 2020 de Grandes HQs – O resultado final: as 20 HQs mais votadas;

*– Prêmio Grampo 2020 de Grandes HQs – Os 21 rankings dos eleitores convidados;

*– Prêmio Grampo de Grandes HQ – Entrevistas com os autores e matérias sobre as obras vencedoras 2016/2020;

*– Prêmio Grampo de Grandes HQs – Alguns destaques 2016/2020 (e uma aposta para 2021);

*– Prêmio Grampo de Grandes HQs – Sobre missão e curadoria.

Cinema / HQ / Séries

Retrospectiva Vitralizado 2020

Valendo! Dou início agora à Retrospectiva Vitralizado 2020, uma série na qual reúno o que rolou de mais importante no blog em 2020. Vou listar quais foram as principais matérias e entrevistas, lembrar dos autores que deram as caras por aqui, reunir as 12 edições da Sarjeta e citar mais um ou outro post fora da curva que publiquei.

Foram 102 atualizações entre janeiro e dezembro do ano que ficou para trás. Sigo em minha fuga de posts com prazos de validade. Tenho evitado divulgação de eventos, lançamentos e campanhas de financiamento. A ideia é aprofundar o conteúdo e as conversas.

Como já falei em outras oportunidades, o Vitralizado faz jornalismo independente, voltado à prestação de serviço público, sem vínculos institucionais e publicitários e pretendo seguir assim em 2021. Reúno nos links abaixo o principal conteúdo apresentado por aqui em 2020:

*Vitralizado 2020 // Entrevistas;
*Vitralizado 2020 // Resenhas + Matérias;
*Vitralizado 2020 // Sarjeta;
*Vitralizado 2020 // Prêmio Grampo.

E também deixo por aqui os links dos sumários mensais do blog em 2020:

*Vitralizado #99 – 12.2020;
*Vitralizado #98 – 11.2020;
*Vitralizado #97 – 10.2020;
*Vitralizado #96 – 09.2020;
*Vitralizado #95 – 08.2020;
*Vitralizado #94 – 07.2020;
*Vitralizado #93 – 06.2020;
*Vitralizado #92 – 05.2020;
*Vitralizado #91 – 04.2020;
*Vitralizado #90 – 03.2020;
*Vitralizado #89 – 02.2020;
*Vitralizado #88 – 01. 2020;

(Na imagem que abre o post, quadros de Berlim, álbum de Jason Lutes publicado no Brasil em 2020 pela editora Veneta)

O trabalho da quadrinista Deborah Salles para a arte comemorativa dos 8 anos do Vitralizado, celebrados em outubro de 2020
Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #99 – 12.2020

E deu de 2020. Não acredito que 2021 será muito melhor, mas só um pouquinho melhor já seria bem bom. Reúno aqui os principais posts do blog no último mês do ano passado e dou início hoje às atividades do 100º mês de existência do Vitralizado. E prometo para logo mais uma retrospectiva com o que rolou de melhor por aqui no ano passado. A seguir, os destaques do blog em dezembro de 2020:

*Dediquei a 15ª edição da Sarjeta, minha coluna mensal sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural, ao trabalho de Fido Nesti adaptando para quadrinhos o clássico 1984, de George Orwell. Você lê o meu texto clicando aqui.

*O texto sobre 1984 em quadrinhos foi feito a partir de uma entrevista que fiz com Fido Nesti. Ele me falou sobre o desenvolvimento da obra, os desafios de adaptar o trabalho de Orwell e os paralelos entre 1984 e o Brasil contemporâneo. Publiquei a íntegra desse papo aqui no blog;

*Também bati um papo com o Victor Bello, um dos meus quadrinistas preferidos, autor dos sensacionais Úlcera Vórtex e O Alpinista. Conversamos sobre seu trabalho mais recente, o também excelente Sinuca Paranoide – As Tacadas do Bambino;

*E só para variar um pouco as coisas, em dezembro eu fui entrevistado duas vezes: pelo Vinicius Felix, para o podcast Telefonemas, e pelo Alexandre Matias, para o canal do Trabalho Sujo no YouTube. Falei principalmente sobre jornalismo, quadrinhos e jornalismo sobre quadrinhos;

*Escrevi para o jornal Folha de S. Paulo uma crítica de Sapiens: O Nascimento da Humanidade, adaptação para quadrinhos do livro homônimo do historiador israelense Yuval Noah Harari;

*Deixei registrado aqui no blog o encerramento de Crisis Zone, saga pandêmica publicada por Simon Hanselmann no Instagram e uma das minhas leituras preferidas de 2020. Aliás, em homenagem ao autor, abro o post com um painel tirado lá do Tumblr dele;

*E viu o cartão de Natal do Chris Ware?;

>> Veja o que rolou no Vitralizado #98 – 11.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #97 – 10.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #96 – 09.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #95 – 08.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #94 – 07.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #93 – 06.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #92 – 05.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #91 – 04.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #90 – 03.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #89 – 02.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #88 – 01. 2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #87 – 12.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #86 – 11.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #85 – 10.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #84 – 09.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #83 – 08.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #82 – 07.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #81 – 06.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #80 – 05.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #79 – 04.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #78 – 03.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #77 – 02.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #76 – 01.2019
>> Veja o que rolou no Vitralizado #75 – 12.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #74 – 11.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #73 – 10.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #72 – 09.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #71 – 08.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #70 – 07.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #69 – 06.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #68 – 05.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #67 – 04.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #66 – 03.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #65 – 02.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016.