Vitralizado

Posts com a tag DarkSide Graphic Novel

HQ

Paraíso Perdido, Uma Dobra no Tempo e mais Charles Burns: confira lançamentos de HQs da DarkSide Books para 2018

O selo de quadrinhos da editora DarkSide Books foi uma das boas novidades de 2017 para os leitores brasileiros de HQs. Por ele saíram publicações aclamadas como Meu Amigo Dahmer e Fragmentos do Horror e a obra-prima do quadrinista Charles Burns, Black Hole. Os editores da DarkSide Graphic Novel adiantaram para o blog algumas das publicações nas quais estão trabalhando e que deverão chegar às lojas especializadas nos próximos meses. Os dois primeiros títulos, previstos já para fevereiro, são: Uma Dobra no Tempo, adaptação do clássico de Madeleine L’Engle (1918-2007) pela quadrinista norte-americana Hope Larson, e Paraíso Perdido, premiada adaptação do quadrinista espanhol Pablo Auladell para o poema épico homônimo do inglês John Milton (1608-1674).

Quadros de Paraíso Perdido, HQ de Pablo Auladell que será publicada no Brasil pela DarkSide Books

Para os próximos meses ainda está previsto o lançamento de Big Baby, trabalho de início de carreira de Charles Burns – a primeira das três publicações do autor prometidos pela editora, junto com El Borbah e Skin Deep (lembrando que a Companhia das Letras programou para 2018 a edição brasileira da trilogia Last Look, também de Burns). Ainda serão lançados O Corvo, assinado por James O’Barr, e a excelente Through the Woods, da canadense Emily Carroll. Confira as sinopses dos títulos, fornecidas pelos assessores da DarkSide Books:

Uma Dobra no Tempo (Madeleine L’Engle + Hope Larson)
O clássico de Madeleine L’Engle, adaptado para os cinemas em um filme estrelado por Oprah Winfrey e Reese Whiterspoon a estrear em março de 2018, tem uma adaptação divertida e delicada nas mãos da ilustradora Hope Larson. Uma viagem especial aguarda os personagens de uma história que atravessou o tempo.

Paraíso Perdido (John Milton + Pablo Auladell)
O poema épico sobre a rebelião dos anjos que custou à Lucifer o Paraíso é belamente interpretado por um talentoso ilustrador e quadrinista espanhol em uma edição que deixaria Adão em apuros. Lançado em 2015 na Europa, a graphic novel ilustrada por Pablo Auladell ganhou o Premio Nacional de Cómic, do Ministério da Cultura da Espanha, no ano seguinte.

A adaptação da quadrinista Hope Larson para Uma Dobra no Tempo

O Corvo (James O’Barr)
Uma história de amor e vingança repleta de delicadeza e camadas foi a fonte de inspiração para o maior filme da carreira de Brandon Lee. O Corvo, graphic novel cult imensamente pedida pelos leitores brasileiros, ganha uma edição especial nas mãos da DarkSide® Books.

Through the Woods (Emily Carroll)
Cinco histórias sombrias e misteriosas levam o leitor para o dentro das florestas. Os relatos macabros vêm da imaginação de Emily Carroll, ilustradora canadense que arrebatou um Eisner Awards e um British Fantasy Awards com essa coletânea.

Big Baby (Charles Burns)
Após relançar Black Hole, a obra máxima de Charles Burns, no Brasil, a DarkSide® prepara mais algumas obras do cartunista norte-americano. Big Baby conta a história de um garoto chamado Tony Delmonte que vive no típico subúrbio americano até que, ao fugir de casa escondido em uma noite, se envolve com alguns assassinatos num acampamento de verão e corpos enterrados no quintal.

Big Baby, clássico de Charles Burns que será publicado no Brasil pela DarkSide Books

HQ

Uma conversa com Bruno Dorigatti sobre Black Hole, Creepshow e as HQs da DarkSide Books

Eu conversei com o editor da DarkSide Books, Bruno Dorigatti, lá na loja da Ugra no dia 21 de outubro. O Carlos Neto filmou o encontro e compartilhou lá no canal dele no YouTube, o Papo Zine. A conversa tratou principalmente sobre os dois quadrinhos mais recentes da editora, o clássico Black Hole, do Charles Burns, e o álbum Creepshow, parceria do Stephen King com o Bernie Wrightson e o George Romero. São dois dos principais lançamentos do selo em 2017, sendo essa edição do trabalho do Charles Burns obrigatória pra qualquer leitor de quadrinho. Dá o play:

HQ

El Borbah, Big Baby e Skin Deep serão os três próximos álbuns de Charles Burns publicados pela DarkSide Books

A editora DarkSide Books continuará investindo nos trabalhos do quadrinista norte-americano Charles Burns. Durante o evento de lançamento de Black Hole em São Paulo, o editor Bruno Dorigatti revelou que em breve serão publicados no Brasil os álbuns El Borbah, Big Baby e Skin Deep. Segundo o editor, a expectativa é que pelo menos um dos três títulos seja lançado no primeiro semestre de 2018.

Durante o evento também foi anunciado o lançamento de Neurocomic, HQ de Matteo Farinella e Hana Ross sobre a qual já escrevi por aqui. Outro título prometido para os próximos meses é Threads da britânica Kate Evans, autora do recém-lançado Rosa Vermelha, biografia da filósofa polonesa Rosa Luxemburgo publicada no Brasil pela WMF Martins Fontes. Threads é um longo relato de Evans sobre suas observações no campo de refugiados de Calais na França.

burns

Em relação aos trabalhos de Burns, as três publicações são representativas da fase inicial da carreira do autor. El Borbah foi publicado originalmente em 1983 e é uma história policial protagonizada pelo detetive particular que dá nome à HQ, sempre fantasiado como um lutador de luta-livre. Skin Deep é uma coletânea de contos com um rapaz com trejeitos de um cachorro após receber o transplante de um coração de um cão. Já Big Baby narra histórias fantásticas e sombrias estreladas por um garoto chamado Tony Delmonte.

São títulos obrigatórios para a compreensão da formação de um dos principais autores de quadrinhos dos Estados Unidos, dono de um dos traços mais característicos e uma das mentes mais criativas de sua geração. Lembrando que a Companhia das Letras tem os direitos de publicação no Brasil da trilogia Last Look, então 2018 pode ser um tremendo ano pra fãs de Charles Burns por aqui.

ElBorba

HQ

Sábado (21/10) tem festa de aniversário de cinco anos da DarkSide Books com lançamento de Black Hole e Creepshow

Sábado agora, dia 21 de outubro, vai rolar a festa de aniversário de cinco anos da DarkSide Books aqui em São Paulo. A festa vai ser comemorada na loja da Ugra (R. Augusta, 1371, loja 116), a partir das 16h. Eu vou estar por lá pra bater um papo com o editor da DarkSide, Bruno Durigatti, sobre a história da editora, a linha de quadrinhos do selo e os planos deles pra gibis num futuro próximo.

Durante o evento ainda vai estar sendo lançada a edição completa do clássico Black Hole do Charles Burns e o álbum Creepshow adaptação do filme do George A. Romero com roteiro do Stephen King e arte do Bernie Wrightson. Programão e tremendos lançamentos, viu? Nos vemos por lá?

HQ

DarkSide Graphic Novel: o selo de quadrinhos da DarkSide Books será inaugurado com Meu Amigo Dahmer (Derf Backderf), Fragmentos do Horror (Junji Ito) e Wytches (Scott Snyder e Jock)

A editora Darkside Books acabou de anunciar as três primeiras obras de seu recém-criado selo de quadrinhos. A DarkSide Graphic Novel será inaugurada com Meu Amigo Dahmer (Derf Backderf), Fragmentos do Horror (Junji Ito) e Wytches (Scott Snyder e Jock). É um começo bastante promissor, com títulos coerentes com a linha editorial da Darkside mesmo com cada um dos quadrinhos seguindo um estilo completamente diferente do outro. As três HQs entram em pré-venda na internet a partir de amanhã.

O trabalho do Derf Backderf conta a história da amizade entre o autor e o serial killer Jeffrey Dahmer durante a adolescência dos dois nos anos 70. A simplicidade com a qual o quadrinista fala sobre seu amigo torna ainda mais complexa a jornada de uma criança normal que vira um adulto assassino responsável pela morte de pelo menos 17 pessoas.

Eu ia dizer que o Junji Ito é obrigatório pra qualquer fã de história de terror, mas os mangás dele são indispensáveis pra quem gosta de arte. É o que se tem de mais bonito dentro de quadrinhos de horror. Sobre Wytches tenho pouco a dizer. Dessa leva inicial da Darkside me parece ser a aposta mais segura em termos de vendas e voltada para leitores mais habituados a gibis de super-heróis. Li pouca coisa do Scott Snyder, mas gosto da arte do Jock e ainda mais das cores do Matt Hollingsworth.

As coisas estão começando a esquentar nesse 2017, hein? A Darkside parece chegar com o mesmo fôlego dos caras do Pipoca & Nanquim, com pique aparente para jogar de igual pra igual com selos já muito bem estabelecidos, como Veneta, Mino, Marsupial, Quadrinhos na Companhia, Abril, Sesi-Sp e algumas outras. Fico curioso pra ver toda essa galera disputando espaço nas mesmas livrarias, sejam elas físicas ou virtuais.

capa_junji_ito

capa_wytches

darkside_hq_01