“Arregaram em prol de argumentos acefálicos de pessoas com níveis intelectuais baixíssimos, cederam à opressão”, diz Gidalti Jr sobre a censura à capa de Castanha do Pará

Eu escrevi para o jornal O Globo sobre a censura da obra do quadrinista Gidalti Jr. em uma exposição de quadrinhos realizada no Parque Shopping de Belém. A arte censurada pelos organizadores da mostra estampa a capa de Castanha do Pará, primeira HQ do autor e obra vencedora do prêmio Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos em 2017, a arte apresenta o protagonista do álbum sendo perseguido por um policial com o cassetete em riste durante uma perseguição no Mercado Ver-o-Peso. Conversei com Gidalti Jr, com o curador da exposição e com os assessores do shopping – que se limitaram…

Gidalti Jr, vencedor do primeiro Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos, é censurado em exposição em Belém

O quadrinista Gidalti Jr, vencedor do primeiro prêmio Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos, foi censurado em exposição realizada na cidade de Belém e dedicada à história dos quadrinhos paraenses. A arte censurada pelos organizadores da mostra estampa a capa de Castanha do Pará, primeira HQ do autor e obra vencedora do Jabuti. A ilustração mostra o protagonista do quadrinho sendo perseguido por um policial militar. Pelo Facebook, Gidalti explicou que a arte foi considerada uma ofensa à Polícia Militar e por isso removida. O Vitralizado acompanhará o desenrolar da história e o post será atualizado à medida que novas…

5ª (15/3) é dia de papo com Gidalti Jr. sobre o álbum Castanha do Pará, em SP

Acho que poucos quadrinistas brasileiros têm uma jornada tão interessante quanto a de Gidalti Jr. Ele bancou o primeiro álbum dele, Castanha do Pará, via financiamento coletivo no Catarse, o quadrinho chegou às bancas no final de 2016 com um puta acabamento, uma bela história e uma arte matadora. Menos de um ano depois, a HQ levou o primeiro lugar do Prêmio Jabuti na estreia da categoria Histórias em Quadrinhos na premiação. Já fiz duas entrevistas com o autor por aqui e acho sempre bom trocar ideia com ele. Por isso, convido você pra aparecer na Gibiteria aqui em São Paulo,…

Gidalti Jr. recebe o primeiro Prêmio Jabuti de HQs: “As editoras deveriam estar mais atentas ao cenário independente”

O quadrinista Gidalti Jr. receberá na noite de hoje, no Auditório do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o troféu de primeiro colocado no Prêmio Jabuti 2017 na categoria estreante de Histórias em Quadrinhos. O artista nascido em Belo Horizonte, criado em Belém e residente em São Paulo foi anunciado como o vencedor da premiação no início de novembro, por seu trabalho no álbum Castanha do Pará, publicação independente, bancada via financiamento coletivo no site Catarse e primeira HQ do autor. A segunda colocada no Jabuti 2017 foi a coletânea Hinário Nacional, de Marcello Quintanilha, publicada pela editora Veneta, e a terceira…

Papo com Gidalti Jr., o autor de Castanha do Pará: “Belém é muito particular e uma potência a ser explorada em narrativas”

As 84 páginas aquareladas do álbum Castanha do Pará consistem no primeiro trabalho do artista Gidalti Jr. em quadrinhos. A HQ foi produzida ao longo de três anos e adapta o conto Adolescente Solar do escritor e poeta Luizan Pinheiro, sobre a rotina de um menino de rua no mercado Ver-o-Peso de Belém. No gibi, Gidalti batizou seu protagonista de Castanha e o transformou em uma figura antropomórfica com cabeça de urubu. As outras crianças presentes na obra também são representadas com feições de animais em detrimento aos adultos humanizados. Bancado via financiamento coletivo no Catarse no final do ano…