Vitralizado

Posts com a tag Gilbert Hernandez

HQ

A capa de Diastrofismo Humano, próximo álbum da série Love & Rockets que será lançado no Brasil

O pessoal da editora Veneta acabou de divulgar a capa do próximo álbum da série Love and Rockets lançado em português. Diastrofismo Humano é provavelmente o trabalho mais aclamado de Gilbert Hernandez e tá previsto para chegar às livrarias a partir da segunda quinzena de novembro. Massa hein? Tô com o pé atrás em relação à capa, assim como não gostei muito da capa de Sopa de Lágrimas lançada no ano passado, mas espero ver ao vivo pra dar o meu veredito. De qualquer forma, com certeza uma das grandes obras publicadas no Brasil em 2017. Ó a sinopse divulgada pela editora:

“Um serial killer ataca a plácida Palomar. E os crimes dele, ainda que tão terríveis, são apenas mais uma das facetas da modernidade que começa a rachar a tranquilidade da pequena cidade centro-americana. Aquele mundo ensolarado começa a sentir a sutil aproximação de nuvens angustiantes. As verdades se revelam e elementos do passado retornam para assombrar os vivos”

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2016 ## Sopa de Lágrimas (Veneta), por Gilbert Hernandez

Finalmente a obra-prima de Gilbert Hernandez parece ganhar no Brasil um tratamento digno de sua importância. Ainda não entendo a capa escolhida pra Sopa de Lágrimas, não acho feia, meu problema com ela diz respeito principalmente à falta de diálogo com o conteúdo da publicação. De qualquer forma, fica fácil entre os principais lançamentos de 2016. Um dos trabalhos mais importantes de uma das épocas mais férteis dos quadrinhos norte-americanos. Leia aqui a minha entrevista com o autor.

HQ

Gilbert e Jaime Hernandez falam da relação entre Love and Rockets e a Fantagraphics na Small Press Expo 2016

O canal da Small Press Expo no YouTube tá a mil. Acho que vale assinar, viu? Acabei de receber no meu email um aviso de que subiram mais um vídeo de uma das mesas realizadas na mais recente edição do evento. Dentro da programação celebrando os 40 anos da Fantagraphics fizeram um painel com os irmãos Gilbert e Jaime Hernandez, focada principalmente na relação entre Love and Rockets e a editora de Seattle. Vi cinco minutinhos aqui, mas em breve guardo uma hora pra ver com calma. Dá o play:

Entrevistas / HQ

Papo com Gilbert Hernandez: “Quero me relacionar com o passado dos meus leitores sem depender do apelo nostálgico dos quadrinhos”

Aproveitei o relançamento de Sopa de Lágrimas por aqui, pela Veneta, pra pedir uma entrevista pro Gilbert Hernandez. Simpático pra caramba, ele topou de imediato. Transformei nossa conversa por email em matéria, que saiu na Ilustrada da última segunda (1/8). Você lê o meu texto falando sobre a nova edição de Love and Rockets e um pouco da história dos irmãos Hernandez por aqui. Publico a seguir a íntegra do nosso papo. O quadrinista me falou sobre o início da carreira dele, o diálogo de seu trabalho com a literatura de Gabriel García Márquez, a importância de alguns de seus contemporâneos para a legitimação dos quadrinhos como forma de arte nos Estados Unidos e a popularidade crescente do conservadorismo de Donald Trump. Aproveita aí:

“Mais ninguém possui as minhas experiências, então minhas histórias funcionam como uma espécie de diário. Quero criar a ilusão de que todos nós já estivemos naquele determinado lugar”

sopa5

Você e seus irmãos começaram a criar o universo de Love and Rockets no início dos anos 80 e desde então ele nunca parou de crescer, com novas revistas e republicações constantes. O que vem à sua cabeça quando você pensa nas suas primeiras experiências na indústria dos quadrinhos e até onde vocês chegaram?

Eu nunca pensei no futuro dos meus quadrinhos quando nós começamos, apenas que esperava que fosse possível continuar fazendo os trabalhos que gostaria de fazer. O fato de ser um trabalho republicado várias e várias vezes e em línguas diferentes só me faz querer merecer ainda mais essa atenção. Quero produzir novos trabalhos que durem tanto quanto Love and Rockets.

Muitas pessoas veem um imenso diálogo entre seu trabalho em Sopa de Lágrimas e Cem Anos de Solidão. Vocês conheciam o livro quando começaram a produzir Love and Rockets?

Eu não havia lido Marquez até o número 14 de Love and Rockets, quando as pessoas me disseram que eu deveria. Reconheço essas semelhanças. A única relação provável que vejo para esse diálogo talvez seja minha formação católica e latina.

Quando vocês começaram a criar Love and Rockets o quanto já tinham elaborado do universo que compõe a série?

Nós liamos quadrinhos quando criança e desenhávamos para a nossa própria diversão. Não havia nenhum plano elaborado em relação ao que faríamos com quadrinhos. Não queríamos fazer HQs da Marvel ou da DC, então fizemos a partir da nossa imaginação e das nossas experiências de vida.

Continue reading

HQ / Matérias

Gilbert Hernandez e o relançamento de Sopa de Lágrimas no Brasil

Os quadrinhos do Gilbert Hernandez em Love and Rockets estão fácil, fácil entre as melhores HQs que li na vida. Aproveitei o relançamento de Sopa de Lágrimas por aqui e corri atrás do quadrinista pra bater um papo com ele sobre a série e seus mais de 30 anos de carreira. Nossa conversa virou matéria publicada na Folha de hoje – dá pra ler aqui. Prometo pra breve a íntegra da nossa conversa no blog. Enquanto isso, invista na edição de Veneta que é um dos grandes títulos (re)publicados por aqui em 2016.