Vitralizado

Posts com a tag Thor

Cinema / HQ / Marvel

Novidades sobre Vingadores 2 e algumas apostas para o futuro do Universo Marvel no cinema

Vingadores2EW

Vingadores 2 está na capa da próxima edição da Enterteinment Weekly. A revista é dedicada a algumas das atrações da San Diego Comic Con, marcada para semana que vem, entre os dias 24 e 27 de julho. O Bleeding Cool adiantou um pouco do que consta na edição. Não considero spoilers, mas como tem gente que prefere chegar ao cinema sem qualquer informação sobre a trama, esteja avisado: constam algumas prováveis revelações sobre Vingadores 2 a partir daqui. Ok?

Com lançamento previsto para o dia 1 de maio do ano que vem, o filme de Joss Whedon começa com os Vingadores já em ação. Como vimos em Capitão América 2, a Shield deixou de existir, o grupo trabalha por conta própria e já trabalhou junto em outros aventuras desde a invasão alienígena comandada por Loki no primeiro filme. Por isso, os heróis estão cansado, principalmente Tony Stark. O Homem de Ferro então elabora uma criatura capaz de exercer o papel do grupo quando eles não estiverem disponíveis: Ultron.

O robô passa a acreditar que a melhor forma de proteger a Terra é eliminar os humanos e os Vingadores precisam enfrentar o vilão. Simples, sem muita firula, como estamos acostumados nessas adaptações de filmes de super-heróis. No entanto, uma informação em especial me chamou atenção dessa sinopse: Tony Stark está cansado.

O contrato de Robert Downey Jr. com a Marvel Studios termina em Vingadores 3. Acredito que os produtores da série já começaram a preparar o pano de fundo para a saída de Tony Stark por conta disso. Não acho que vão ter coragem de matar o mais carismático personagem da franquia – não, esse deve o destino de outro e já explico. Minha aposta: Tony Stark vai para o espaço.

Guardiões1

A capa aqui de cima é do primeiro número da mais recente série dos Guardiões da Galáxia. Ela foi lançada em 2013. O filme dos Guardiões que estreia no final do próximo mês de julho já estava em produção, mas a equipe ainda estava no segundo escalão da Marvel quando a série foi relançada. Qual foi a estratégia para chamar público para o quadrinho? “Vamos incluir um dos nossos mais populares personagens na história, o Homem de Ferro”.

A participação da Tony Stark na revista não durou muitas edições e logo ele estava de volta à Terra. No cinema é difícil prever o futuro dos Guardiões da Galáxia sem sabermos a bilheteria da produção. São personagens desconhecidos mesmo do público leitor de gibis. No entanto, se fizer sucesso, é bastante provável que a equipe liderada pelos Senhor das Estrelas dê as caras em Vingadores 3. Esse episódio final da primeira trilogia do grupo de heróis terrestres deve ter Thanos como vilão e deve mostrar a despedida de Robert Downey Jr da Marvel Studios.

Recapitulando: em Vingadores 2, segundo o Bleeding Cool, Tony Stark já está cansado da vida de herói. Imagina como ele vai estar depois do pau comer contra Ultron. Aí ele encara o Thanos no terceiro Vingadores. “Cansei de salvar a Terra o tempo todo e dessa vida de celebridade”, pensa Stark. “Olha os Guardiões ali saindo da Terra…vou com eles!”. Tchau Robert Downey Jr!

SoldadoInvernal

Sobrariam três grandes Vingadores: Hulk, Thor e Capitão América. O contrato de Mark Ruffalo, interprete de Bruce Banner, prevê mais quatro filmes com a Marvel além de Vingadores 2. Ok, vamos para os outros dois protagonistas. Chris Hemsworth (Thor) e Chris Evans (Capitão) ainda terão mais três filmes após o segundo Vingadores – Thor 3, Capitão América 3, Vingadores 3.

Aposto num destino fatídico para Steve Rogers, o alter-ego do Capitão. Ele será morto em Vingadores 3. Bucky, o Soldado Invernal e antigo sidekick do herói deve herdar o escudo e o uniforme estrelados. O mesmo aconteceu nos quadrinhos, durante o período do roteirista Ed Brubaker com o personagem. Já imaginou como o terceiro Vingadores vai ser épico? Tony Stark vai pro espaço e, provavelmente, Steve Rogers morre salvando o dia. Lembrando que o contrato de Sebastan Stan, o ator que interpreta Bucky, com a Marvel prevê mais sete filmes após O Soldado Invernal…

Resta o Thor. O Thor já morreu nos quadrinhos, mas uma morte deve ser o bastante em Vingadores 3. A verdade é que não faço a mínima do que será feito do personagem, como será a despedida de Chris Hemsworth. No entanto, a notícia divulgada essa semana que o Thor dos quadrinhos será substituído por umA Thor é reveladora.

Desde 2008, após o sucesso do primeiro Homem de Ferro, a Marvel é cada vez mais um estúdio de cinema. Os lucros da editora não chegam perto das bilheterias do filmes e as revistas viraram espaço de teste para ideias possivelmente aproveitáveis nas versões cinematográficas dos personagens. Não revelaram muito sobre essa nova versão do Thor, só disseram que ela assume em breve a posse do Mjolnir.

A experiência na revista pode ser apenas um teste para o cinema. E vale lembrar que a DC/Warner em breve também vai apresentar sua versão em carne e osso para a Mulher-Maravilha. A repercussão do quadrinho protagonizado pelA Thor e um possível filme solo da Mulher-Maravilha podem muito bem determinar os rumos do Deus do Trovão no cinema.

Gosto muito de acreditar que a Marvel vai levar bastante tempo para reiniciar suas franquias. Ia ser bem legal termos Vingadores 4, 5, 6, 7…sempre seguindo a mesma cronologia iniciada em 2008, com o primeiro Homem de Ferro. Pra breve, em resumo, acho bastante provável umA Thor, Bucky Barnes como o Capitão América e Tony Stark rumo a outras galáxias.

AThor

Cinema / Marvel / Retrospectiva 2013

Retrospectiva Vitralizado 2013 – Começa a Fase 2 do Universo Marvel no cinema

MarvelFase2

A dúvida após o lançamento de Os Vingadores era se a próxima leva de produções da Marvel Studios manteria o pique dos seis primeiros filmes da série iniciada em 2008. Homem de Ferro 3 e Thor: O Mundo Sombrio mostraram a construção do Universo Marvel no cinema pode estar apenas no começo. A recém iniciada Fase 2 tem previsão de encerramento em 2015, com Os Vingadores 2 – A Era de Ultron em 2015. Muito criticado pela crítica, o terceiro longa protagonizado por Tony Stark começa a desenhar um cenário no qual Robert Downey Jr não precisa mais necessariamente ser o herói dentro da armadura. Ok, não fosse pelo carisma do ator, talvez a sobrevida da editora como estúdio de cinema não tivesse tamanha longevidade. No entanto, apesar de seu contrato prever apenas mais dois Vingadores, ninguém aqui duvida que a franquia terá uma longevidade muito maior, certo?

O segundo Thor investiu no cenário cósmico desenhado em Os Vingadores. Estabeleceu várias deixas para Guardiões da Galáxia e teve um desfecho providencial para um terceiro capítulo épico antagonizando mais uma vez Thor e Loki. Aliás, Tom Hiddleston continua sendo o melhor ator e interpreta o personagem mais interessante dois oito filmes lançados até agora – os três Homem de Ferro, dois Thor, O Incrível Hulk, Capitão América e Os Vingadores. 2014 promete ser um grande ano para a Marvel Studios, com a ficção científica Guardiões da Galáxia e o drama político Capitão América 2: O Soldado Invernal. Depois vem 2015 com a segundo reunião da equipe de heróis. Cá entre nós, acredito muito que a só agora estamos vendo o real potencial dos quadrinhos da editora como fonte de inspiração para seus filmes. Sendo que nenhum outro estúdio ou produtora estão sabendo adaptar tão bem para o cinema a lógica bem-sucedida atuais seriados de TV.

Aliás, falando em TV, Agents of S.H.I.E.L.D. parece começar a encontrar um rumo em seu final de primeira temporada. E também tem a parceria da Marvel/Disney com a Netflix para a produção de seriados com Jessica Jones, Demolidor, Cage e Punho de Ferro. São os personagens com algumas das melhores histórias nos anos mais recentes da Marvel. Anota aí, essa brincadeira toda tá só no começo.

HdF3

-Mais sobre a Fase 2 do Universo Marvel no cinema no Vitralizado: Homem de Ferro 3, Thor: O Mundo Sombrio, As Conexões do Universo Marvel, +Marvel Fase 2, Wow, Agents Of S.H.I.E.L.D., Disney/Marvel+Netflix.

Cinema / Marvel

Thor: O Mundo Sombrio

Escrevi pro Estadão de hoje sobre o segundo Thor, oitavo filme da Marvel Studios. Olha aí:

Thor

Sem mistério

A mais recente aparição de Thor nas telas dos cinemas havia sido nos instantes finais de ‘Os Vingadores’ (2012): após lutar lado a lado com os mais poderosos super-heróis da Terra, ele retornava a Asgard acompanhado de seu irmão, o terrorista intergaláctico Loki. Thor: O Mundo Sombrio, oitavo filme dos Estúdios Marvel, dá continuidade aos eventos relatados nos outros sete e apresenta novas possibilidades para um universo ainda em expansão.

Reparando os danos causados pela destruição da ponte que conecta Asgard a outros planetas, o Deus do Trovão (Chris Hemsworth) retorna à Terra ao descobrir que sua amada Jane Foster (Natalie Portman) entrou em contato com o Éter. Capaz de levar todo o Universo à sua escuridão sem vida original, o material é alvo do desejo de Malekith, o líder da Elfos Negros, uma raça anterior ao início do próprio Universo, que ambiciona o retorno da realidade como só eles conheceram.

Entre idas e vindas à Terra e a outros dos planetas que compõem os Nove Reinos espaciais conhecidos pelos asgardianos, o filme explora muitos dos cenários apenas mencionados no primeiro longa do personagem, de 2011. E, além de aprofundar a dinâmica entre Thor, seus pais e amigos, a produção dá espaço ao melhor personagem cinematográfico da Marvel: Loki.

O vilão, interpretado por Tom Hiddleston, é necessário aos planos de Thor para enfrentar a fúria de Malekith. Mais simpático e profundo que seu irmão herói, ele volta a roubar a cena com uma personalidade cômica, trapaceira e até nobre, inimaginável em seus antagonistas ‘do bem’. Aliás, esta talvez seja a mais bem-humorada adaptação de um gibi da Marvel.

Diretor de episódios de séries como ‘Lost’, ‘Mad Men’ e ‘Game of Thrones’, Alan Taylor repete um formato estabelecido de entretenimento que deve agradar aos fãs, divertir o público não familiarizado com a cronologia Marvel, e garantir receita suficiente para bancar novos capítulos – como entregam as cenas veiculadas depois dos créditos. É, fique na sala até o fim.