A história das aberturas das séries de TV

Só passando pra deixar por aqui esse ensaio da Wired. Uma pensata de quase seis minutos sobre as várias mudanças que as aberturas das séries de TV norte-americanas passaram ao longo das últimas décadas, culminando nas belíssimas introduções presentes em clássicos recentes como Sopranos, Westworld e a primeira temporada de True Detective. Dá o play: TV opening credits used to be an afterthought. Now they're an artform pic.twitter.com/OoGnN2ErLG — WIRED (@WIRED) August 5, 2018

## Retrospectiva Vitralizado 2015: o ano dois de Fargo e True Detective ##

Vamos começar pelo lado bom: porra, como Fargo é foda. A primeira temporada já tinha sido perfeita e a série talvez tenha ficado ainda melhor no segundo ano. Mais convencional em termos narrativos, ela tem roteiros excelentes e uma seleção de atores matadora. Melhor série com mafiosos desde Sopranos? Creio que sim. Aliás, provavelmente ocupou o posto de grande série da atualidade após o término de Mad Men. No aguardo da próxima temporada. E cara, como True Detective pode ter errado tão feio? Ok, nem todo mundo gosta dos diálogos do Nic Pizzolato e a primeira temporada não é essa…

A nova abertura de True Detective

E aí, viu o primeiro episódio da segunda temporada? Gostou? Tá cedo pra dizer muito né? Em termos de primeiro episódio, não há dúvidas que a estreia da história protagonizada por Rustin e Martin foi mais impactante e seu cliffhanger mais atraente. Ainda assim, acho cedo para conclusões mais precipitadas. Gostei dessa resenha da Variety (sem spoilers) que ressalta a grande influência de Michael Mann na produção, coisa que eu já tinha sacado nos trailers e pôsteres divulgados em abril. Disto isto, putz, que abertura hein? Ok, também não me pegou como a da primeira, com a The Handsome Family…

As várias inspirações de True Detective

Os cinéfilos do Tea and Movie produziram esse curto ensaio mostrando algumas das várias inspirações e referências estéticas da primeira temporada de True Detective. Acredito que nem todas tenham sido intencionais, mas não dá pra negar o diálogo entre as imagens colocadas lado a lado. André que me mostrou (valeu!). Ó que beleza:

A 2ª temporada de True Detective X Michael Mann

Não tô maluco de estar vendo MUITO Michael Mann nesse material de divulgação da 2ª temporada de True Detective. Fala sério, cara, olho pra esse pôster e só consigo imaginar que ele poderia ser uma arte para Colateral ou Miami Vice. São os mesmos cenários e as fotografias parecem demais. Repito: se proceder, tremenda influência. Ia ajudar bastante, já que o elenco dessa temporada nova não ajuda muito, né?