Vitralizado

HQ / Matérias / Séries

Agents of S.H.I.E.L.D.

Viram a Galileu de setembro? Tem duas matérias minhas por lá. Uma delas saiu na Agenda, falando sobre a estreia de Agents of S.H.I.E.L.D. na Sony. Vale conferir o post da seção no site da revista, tá cheia de coisa legal marcada pro mês. Reproduzo o meu texto por aqui e em breve falo mais sobre a outra matéria – e caso não queira esperar, já tá nas bancas.

AgentsofSHIELDGalileu

Uma nova fronteira

Depois de conquistar o cinema, o estúdio Marvel agora quer dominar a TV e começa com Agents of S.H.I.E.L.D.

O mundo mudou após “A Batalha de Nova York”, cujos instantes finais podem ser vistos no fim de Os Vingadores de 2012, que mostrou uma invasão alienígena comandada por um deus nórdico. Esta transformação ficará mais clara a partir do fim de setembro, quando a Marvel lança a série Agents of S.H.I.E.L.D., no dia 24 nos EUA e no dia 26, às 21h, no Brasil, pelo canal Sony.

Protagonizada pelos agentes da organização comandada por Nick Fury (Samuel L. Jackson) no cinema, o seriado é a primeira incursão da Marvel na TV. A direção do primeiro episódio é de Joss Whedon, criador e produtor da série. “Vamos mostrar o trabalho dos caras sem superpoderes que precisam limpar a sujeira dos que têm”, explicou Whedon em entrevista ao canal Disney XD. Sem heróis conhecidos, ela mostra a volta de um personagem criado para a Marvel no cinema, o agente Phil Coulson (Clark Gregg).

Sua morte em Os Vingadores serviu de motivação para unir os super-heróis na mesma equipe. Seu misterioso retorno é um dos focos da série e pode ser a deixa para o segundo filme do grupo, A Era de Ultron, previsto para maio de 2015.

Assim como a volta de Coulson, a estreia da Marvel na TV tem contornos triunfais, pois marca a chegada da grife à plataforma 17 anos após quase ter ido à falência, evitada em 1997 quando uma empresa de brinquedos comprou a editora. O passo seguinte foi a liquidação dos direitos de adaptações dos personagens mais famosos.

Os X-Men, o Quarteto Fantástico e o Demolidor ficaram com a Fox. Já a Sony pegou o Homem-Aranha e o Hulk. Os que não foram utilizados ou que tiveram os direitos revertidos, comporiam o ousado plano iniciado em 2004, quando a Marvel decretou independência e passou a financiar os próprios filmes. O primeiro lançamento foi o Homem de Ferro, em 2008, seguido de seis outros longas, culminando com Os Vingadores de 2012.

Até 2015, na segunda fase do Universo Marvel no cinema, estão previstos quatro longas — o segundo Thor em novembro deste ano, o segundo Capitão América em maio de 2014, Guardiões da Galáxia em agosto e o segundo Vingadores. Agents of S.H.I.E.L.D. também fará referências aos curtas contidos nos DVDs da marca. A série também indica uma Marvel cada vez mais distante de suas origens no papel.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: