Vitralizado

HQ / Matérias

Yuval Noah Harari protagoniza versão frenética e funcional de Sapiens em quadrinhos

Escrevi para a Folha de S. Paulo uma crítica de Sapiens: O Nascimento da Humanidade, adaptação para quadrinhos do livro homônimo do historiador israelense Yuval Noah Harari. Recém-publicado no Brasil pela Companhia das Letras, com tradução do Érico Assis, o álbum tem roteiro do belga David Vandermeulen, arte do francês Daniel Casanave e cores da francesa Claire Champion. Harari é creditado no expediente da obra como “criador e colaborador na redação”, além de também protagonizar a HQ.

Chamei atenção para o ritmo frenético do quadrinho e a clareza na apresentação das informações apresentadas por Harari, mas também expressei meu incômodo com o conservadorismo estético do projeto. Você lê meu texto clicando aqui.

A capa da edição brasileira de Sapiens: O Nascimento da Humanidade (Divulgação)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: