Vitralizado

HQ / Matérias

Sarjeta #11: Juscelino Neco fala sobre Reanimator, Stuart Gordon e H.P. Lovecraft

Está no ar a 11ª edição da Sarjeta, minha coluna mensal sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural. Escrevi sobre Reanimator, HQ de Juscelino Neco publicada pela editora Veneta e inspirada tanto no conto Herbert West-Reanimator, de H.P. Lovecraft (1890-1937), quanto no longa Re-Animator: A Hora dos Mortos-Vivos (1985), do diretor Stuart Gordon. Conversei com Neco, apresentei algumas das reflexões dele sobre a produção da HQ e dei as minhas impressões sobre a obra.

Na entrevista que fecha a coluna, uma conversa com a quadrinista Aline Lemos, autora de Artistas Brasileiras e da recém-lançada Fogo Fato.

Você lê a 11ª Sarjeta clicando no link a seguir: Sarjeta #11: HQ narra frenesi sexual zumbi em adaptação sem reverência a obra de H.P. Lovecraft.

HQ / Matérias

Simon Hanselmann e o desencanto com o mundo em Mau Caminho

Escrevi para o jornal O Globo uma crítica sobre Mau Caminho, primeiro álbum do quadrinista australiano Simon Hanselmann publicado no Brasil, lançado pela editora Veneta e com tradução do quadrinista brasileiro Diego Gerlach. Contei um pouco da jornada do artista entre o início do Tumblr que impulsionou sua fama até sua chegada à editora Fantagraphics e chamei atenção para aqueles que considero seus principais méritos: a dinâmica interna dos personagens de Hanselmann, seus excessos e a indiferença deles em relação ao mundo.

Junto com Sabrina, de Nick Drnaso, Mau Caminho é um dos principais lançamentos de 2020 até o momento. Você lê o meu texto clicando aqui.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #94 – 07.2020

Em janeiro de 2020 noticiei na quarta edição da Sarjeta os planos da Amazon em trazer a plataforma ComiXology para o Brasil. Aconteceu. No dia 30 de julho de 2020 foi divulgada a primeira investida da empresa de Jeff Bezos em uma ComiXology brasileira. Detentora dos discursos da maior parte dos produtores de conteúdo sobre quadrinhos no Brasil e avalista de algumas editoras nacionais, a empresa do homem mais rico do mundo faz um novo investimento no mercado nacional de HQs. Acho importante o registro.

Encerro esse breve editorial do sumário de julho do Vitralizado com trecho da carta aberta assinada por quadrinistas norte-americanos direcionada aos organizadores de festivais patrocinados pelo ComiXology:

“Os quadrinhos e o método ‘faça você mesmo’ das pequenas publicações promoveram uma cultura longa e histórica de independência. Quadrinistas independentes trabalharam para criar comunidades acolhedoras de todas as vozes, especialmente as que estão à margem. A Amazon procura se proteger dentro de nossas comunidades, comprando tanto o comércio quanto a cultura de nosso meio”.

A tira que abre o post é da quadrinista Cecilia Marins – recomendo Twitter e Instagram dela. Valeu, Cecilia! A seguir o conteúdo do blog em julho:

*Dediquei a décima edição da Sarjeta, minha coluna mensal sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural, às minhas leituras nesses meses de isolamento social decorrentes da pandemia do novo coronavírus;

*E aproveitei a publicação de duas capas recentes da New Yorker assinadas pelo quadrinista Richard McGuire, autor de Aqui, para reunir outros trabalhos dele para a revista.

>> Veja o que rolou no Vitralizado #93 – 06.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #92 – 05.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #91 – 04.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #90 – 03.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #89 – 02.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #88 – 01. 2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #87 – 12.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #86 – 11.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #85 – 10.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #84 – 09.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #83 – 08.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #82 – 07.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #81 – 06.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #80 – 05.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #79 – 04.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #78 – 03.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #77 – 02.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #76 – 01.2019
>> Veja o que rolou no Vitralizado #75 – 12.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #74 – 11.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #73 – 10.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #72 – 09.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #71 – 08.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #70 – 07.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #69 – 06.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #68 – 05.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #67 – 04.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #66 – 03.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #65 – 02.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016.

HQ / Matérias

Sarjeta #10: Leituras na quarentena

Está no ar a décima edição da Sarjeta, minha coluna sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural. Listei algumas das minhas leituras ao longo dos últimos meses, durante o meu período de isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus. Coisas boas que me acompanharam nesses meses de quarentena. Boas companhias para mim e que talvez também possam ser para você. Uma de cada vez e sem pressa.

E na entrevista que fecha a coluna, uma conversa com o quadrinista Gabriel Dantas, autor de Abandonado por Elena e Talvez Tudo Fique Bem.

Você lê a décima Sarjeta no link a seguir: Sarjeta #10: Leituras em tempos de pandemia.

HQ

New Yorker, por Richard McGuire

Rolaram duas capas da New Yorker assinadas pelo Richard McGuire nas últimas semanas. Já viu, né? Eu tava ali no site da revista conferindo a entrevista do autor de Aqui para a editora de arte Françoise Mouly sobre um desses trabalhos mais recentes e acabei esbarrando com outros trabalhos deles para a New Yorker. Aproveito a deixa para reunir tudo por aqui, num único post, como referência para mim e para qualquer curioso que tacar um “new yoker richard mcguire” no Google.

O rascunho de Richard McGuire para o que viria a ser a capa da edição de 8 de junho de 2020 da revista New Yorker

Acho que poucos quadrinhos tiveram um impacto tão grande em mim quanto Aqui. Quando digo que as vanguardas dos quadrinhos tem como foco a essência da narrativa sequencial e a investigação de suas dinâmicas mais fundamentais, o primeiro título que me vem à mente Aqui e o primeiro autor é Richard McGuire. Aliás, a minha entrevista com ele é um dos pontos altos desses quase oito anos de existência do Vitralizado. Já leu? Leu a minha matéria sobre Aqui para o UOL? Já leu Aqui? Leia, cara.

Enfim, saca essas capas aqui que ele produziu para a New Yorker:

Capa da edição de 24 de novembro de 2014 da New Yorker, com arte de Richard McGuire
Capa da edição de 7 de fevereiro de 2005 da New Yorker, com arte de Richard McGuire
Capa da edição de 17 de outubro de 2005 da New Yorker, com arte de Richard McGuire
Capa da edição de 20 de julho de 2020 da New Yorker, com arte de Richard McGuire
Capa da edição de 8 de junho de 2020 da New Yorker, com arte de Richard McGuire
Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #93 – 06.2020

O combo excesso de trabalho + busca por novos recortes editoriais aqui para o Vitralizado impactou o ritmo de posts do blog nesse mês de junho. Tenho produzido menos, mas também estou cada vez mais contente com o que aparece por aqui. Tô filtrando ainda mais o conteúdo.

Em maio rolou uma entrevista exclusiva com Nick Drnaso, conversas com Rafael Coutinho e Marcelo sobre o Taiyo Matsumoto e papos ótimos com Lobo Ramirez e Panhoca. Em junho o filtro foi mais pesado, mas talvez tenha produzido um conteúdo ainda mais relevante e necessário. Segue o sumário do blog nos 30 dias que ficaram para trás:

*Escrevi na nona edição da Sarjeta, minha coluna sobre histórias em quadrinhos no site do Instituto Itaú Cultural, sobre a coletânea O Ditador Frankenstein e Outras Histórias de Terror, Tortura e Milicos, do quadrinista Julio Shimamoto, e contei um pouco sobre o período de 18 dias de 1969 que ele passou detido entre as sedes da Operação Bandeirante (Oban) e da Delegacia de Ordem Política e Social (DOPS). Leia aqui;

*Você lê a íntegra da minha entrevista com Shimamoto clicando aqui. Aliás, peguei a arte que abre o post do álbum Cidade de Sangue, ilustrado por Shimamoto e roteirizado por Márcio Júnior, editor e organizador de O Ditador Frankenstein;

*E na Sarjeta de junho ainda teve um papo rápido com a quadrinista Amanda Treze, autora do álbum Brisa Errada;

*Eu e os meus amigos Jairo Rodrigues e André Graciotti gravamos a 20ª edição do Escafandro Podcast. Reclamamos de fãs mimados e dos estúdios/cineastas/artistas que se curvam às vontades dessas pessoas. Ouviu?;

*Teve quadrinho novo do Adrian Tomine em uma edição recente da New Yorker, já leu?;

*E o Juscelino Neco compartilhou essa pérola aqui, desde já um dos pontos altos dos quadrinhos brasileiros em 2020;

>> Veja o que rolou no Vitralizado #92 – 05.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #91 – 04.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #90 – 03.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #89 – 02.2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #88 – 01. 2020;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #87 – 12.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #86 – 11.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #85 – 10.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #84 – 09.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #83 – 08.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #82 – 07.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #81 – 06.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #80 – 05.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #79 – 04.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #78 – 03.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #77 – 02.2019;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #76 – 01.2019
>> Veja o que rolou no Vitralizado #75 – 12.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #74 – 11.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #73 – 10.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #72 – 09.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #71 – 08.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #70 – 07.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #69 – 06.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #68 – 05.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #67 – 04.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #66 – 03.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #65 – 02.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016.