Vitralizado

Posts com a tag New Yorker

HQ

Bedtime, por Chris Ware

O quadrinista Chris Ware é o autor da arte da capa do próxima número da revista New Yorker, a edição anual sobre saúda da publicação, não coincidentemente lançada em meio à pandemia do coronavírus. O autor de Jimmy Corrigan e Building Stories conta no site da revista como uma conversa com a filha de 15 anos serviu de inspiração para a criação da arte, batizada por ele de Bedtime.

“Como tática de procrastinação, às vezes pergunto para a minha filha de quinze anos sobre o que a tira ou desenho em que estou trabalhando deveria ser – não apenas porque isso me afasta da minha mesa de trabalho, mas porque, como a maioria das crianças da geração dela, ela presta atenção ao mundo. Então, enquanto desenhava a capa desta edição de saúde, fiz a pergunta”.

“‘Faça com que seja sobre como a maioria dos médicos tem filhos e famílias’, disse ela”, conta o quadrinista em seu relato à editora Françoise Mouly. Recomendo uma ida ao site da New Yorker para saber o resto dessa história. Vem cá. Aliás, chegou a ver o quadrinho assinado pelo Chris Ware pra New Yorker tratando do coronavírus? Recomendo também.

HQ

Fourth Wall, por Adrian Tomine

Uma semana depois de uma capa do Chris Ware, a New Yorker estampa na capa uma arte assinada pelo Adrian Tomine. A ilustração foi batizada pelo autor de Fourth Wall. Os editores da publicação colocaram no ar uma entrevista curta com o autor falando sobre suas inspirações pra essa capa e também rascunhos do quadrinhos que culminariam no trabalho final. Na conversa o Tomine também comenta o desenvolvimento da ilustração e o tema da capa, tratando de aspirantes a artistas na cidade de Nova York, vale a lida.

HQ

Looking Up, a nova capa de Chris Ware pra revista New Yorker

O quadrinista Chris Ware é o responsável pela capa da próxima edição da revista New Yorker. A arte foi batizada de Looking Up e completa uma trilogia de capas centradas na relação entre pais, filhos e escolas assinadas pelo autor de Jimmy Corrigan. A primeira das capas da série foi publicada em setembro de 2012, quando a filha de Ware, Clara, tinha apenas sete anos. Mostra uma garotinha olhando para trás e observando os pais que deixam o local despreocupados.

Em janeiro de 2013 o autor voltou a abordar o tema, mas logo em seguida ao ataque à escola Sandy Hook, na cidade de Newtown, no estado de Connecticut, que resultou em 20 crianças e seis adultos assassinados. A arte assinada pelo quadrinista mostra mais uma vez as crianças entrando no colégio, mas dessa vez sendo observadas pelos pais do lado de fora.

Na capa mais recente, o autor mostra uma menina desanimada enquanto é deixada na escola pela mãe. Em um depoimento sobre essa próxima arte para o site da New Yorker, Ware fala sobre a passagem do tempo e o crescimento de sua filha: “É clichê, mas é verdade: pais, quando seus filhos perguntarem, ‘você vai brincar comigo?’, brinquem. Porque um dia eles vão parar de perguntar, assim como você parou”. Leia a íntegra do depoimento por aqui.

HQ

Tom Gauld e os sons da primavera na capa da New Yorker

Bem boa a sacada do Tom Gauld pra capa da mais recente edição da revista New Yorker. O quadrinista inglês explicou no Twitter ter sido chamado pra produzir uma arte inspirada na chegada da primavera. Daí que o resultado é essa versão “muda” da capa que você confere aqui em cima e uma com trilha sonora, disponível apenas no site da revista. Lá na página da New Yorker o autor explica que teve a ideia da obra enquanto assistia à aula de violino da filha e escutava, ao mesmo tempo, pássaros cantando na rua. Então ele decidiu adaptar essa ideia para uma arte utilizando notas musicais em balões de fala. Vale muito um pulo no site da New Yorker pra conferir a versão sonora da capa.

HQ

A 24ª capa de Chris Ware para a revista New Yorker

Dia desses eu comentei com um amigo como tinha um tempo que o Chris Ware não assinava uma capa da New Yorker. Daí que a mais recente edição da revista, recém-chegada às bancas dos EUA, tem a capa assinada exatamente do autor de Building Stories. Há seis dias da próxima cerimônia do Oscar, a ilustração do quadrinista trata dos tópicos predominantes em Hollywood nos últimos meses, os vários casos de assédio e abuso na indústria do entretenimento norte-americana e o despertar do movimento #MeToo. Por aqui você confere uma breve fala do quadrinista sobre a criação da imagem.

HQ

Upstate, por Adrian Tomine

O Adrian Tomine assina a capa da próxima edição da New Yorker. O quadrinista batizou a arte de Upstate. Lá no site da revista ele explica a razão de ser da obra, inspirada numa ida recente com a família para um período de folga no interior. “Passar tempo na natureza é algo que faço apenas pela felicidade dos meus filhos, como ir a um show de fantoches ou escutar Katy Perry. Posso passear pela cidade com as crianças, possivelmente cercado por psicopatas e mesmo assim muito tranquilamente. Mas me coloque em meio a um gramado alto e toda minha neurose e meus instintos protetores afloram”, diz o autor.